SÓ DEUS PODE DAR AMOR, MAS TU PODES ENSINAR A AMAR... SÓ DEUS É O CAMINHO, MAS TU PODES INDICÁ-LO AOS OUTROS... SÓ DEUS É A LUZ, MAS TU PODES FAZÊ-LA BRILHAR... SÓ DEUS SE BASTA A SI MESMO, MAS QUER PRECISAR DE TI E CONTAR CONTIGO...
Domingo, 29 de Junho de 2008
SOLENIDADE DE S. PEDRO E S. PAULO

 

EVANGELHO – Mateus 16,13-19

Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo segundo São Mateus

Naquele tempo,
Jesus foi para os lados de Cesareia de Filipe
e fez aos discípulos esta pergunta:
«Quem dizem as pessoas que é o Filho do Homem?»
Eles responderam:
«Uns dizem que é João Baptista, outros que é Elias,
outros que é Jeremias ou um dos profetas».
Jesus replicou-lhes:
«E quem dizeis vós que Eu sou?»
Então, Simão Pedro tomou a palavra e disse-Lhe:
«Tu és o Messias, o Filho do Deus vivo!».
Jesus respondeu-lhe:
«És feliz, Simão, filho de Jonas,
porque não foram a carne e o sangue que to revelaram,
mas sim Meu Pai que está nos Céus.
E Eu também te digo a ti:
Tu és Pedro, e sobre esta Pedra edificarei a Minha Igreja,
e as forças do Inferno não levarão a melhor contra ela.
Dar-te-ei as chaves do Reino dos Céus:
tudo o que ligares na Terra ficará ligado nos Céus,
e tudo o que desligares na Terra ficará desligado nos Céus».
Palavra da Salvação
 
“E vós, quem dizeis que Eu sou?” É uma pergunta que deve, de forma constante, ecoar nos nossos ouvidos e no nosso coração. Responder a esta questão não significa papaguear lições de catequese ou tratados de teologia, mas sim interrogar o nosso coração e tentar perceber qual é o lugar que Cristo ocupa na nossa existência… Responder a esta questão obriga-nos a pensar no significado que Cristo tem na nossa vida, na atenção que damos às suas propostas, na importância que os seus valores assumem nas nossas opções, no esforço que fazemos ou que não fazemos para O seguir… Quem é Cristo para mim?

 

 



publicado por saozinhasimoes às 17:09
link do post | comentar | favorito

Segunda-feira, 23 de Junho de 2008
CRISTO E EU

 

Eu, peregrino. Ele o Caminho.

Eu, a pergunta. Ele a Resposta.

Eu, a sede. Ele a Fonte.

Eu, tão fraco. Ele a Força.

Eu, as trevas. Ele a Luz.

Eu, o pecado. Ele o Perdão.

Eu, a luta. Ele a Vitória.

Eu, o Inverno. Ele o Sol.

Eu, doente. Ele o Milagre.

Eu, o grão de trigo. Ele o Pão.

Eu, à procura. Ele, o endereço.

Meu passado e meu presente:
em Suas Mãos.

Meu futuro: todo d’Ele.

Eu, no tempo...

E CRISTO a Eternidade.

 



publicado por saozinhasimoes às 12:20
link do post | comentar | favorito

Domingo, 15 de Junho de 2008
DOMINGO XI DO TEMPO COMUM

EVANGELHO Mt 9, 36 – 10, 8
«Chamou os doze discípulos e enviou-os»

Jesus não é apenas alguém que veio da parte de Deus revelar aos homens o reino. Ele lançou os fundamentos da futura assembleia dos crentes, e, para isso, escolheu os Doze, a que chamou Apóstolos, e enviou-os, como o Pai O tinha enviado a Ele. Mas eles hão-de ter sempre presente que o seu ministério não é uma iniciativa sua, nem o seu trabalho uma simples ocupação ditada pelo seu gosto natural. A sua escolha é um chamamento divino, e a sua obra é a realização da própria obra de salvação, que, por meio deles, o Senhor Jesus continua a realizar no meio dos homens. É uma graça que vem de Deus e, por eles, há-de chegar até aos outros seus irmãos.

Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo segundo São Mateus
Naquele tempo, Jesus, ao ver as multidões, encheu-Se de compaixão, porque andavam fatigadas e abatidas, como ovelhas sem pastor. Jesus disse então aos seus discípulos: «A seara é grande, mas os trabalhadores são poucos. Pedi ao Senhor da seara que mande trabalhadores para a sua seara». Depois chamou a Si os seus doze discípulos e deu-lhes poder de expulsar os espíritos impuros e de curar todas as doenças e enfermidades. São estes os nomes dos doze apóstolos: primeiro, Simão, chamado Pedro, e André, seu irmão; Tiago, filho de Zebedeu, e João, seu irmão; Filipe e Bartolomeu; Tomé e Mateus, o publicano; Tiago, filho de Alfeu, e Tadeu; Simão, o Cananeu, e Judas Iscariotes, que foi quem O entregou. Jesus enviou estes Doze, dando-lhes as seguintes instruções: «Não sigais o caminho dos gentios, nem entreis em cidade de samaritanos. Ide primeiramente às ovelhas perdidas da casa de Israel. Pelo caminho, proclamai que está perto o reino dos Céus. Curai os enfermos, ressuscitai os mortos, sarai os leprosos, expulsai os demónios. Recebestes de graça, dai de graça».
Palavra da salvação.



publicado por saozinhasimoes às 21:02
link do post | comentar | favorito

Sexta-feira, 13 de Junho de 2008
O PÃO DOS POBRES

  Para santo António, o amor aos pobres vinha da infância. Já vimos que embora pertencesse a uma família nobre, sua mãe lhe havia o compromisso de ajudar aos mais necessitados que batiam às portas de seu palácio.
Certa vez, na cidade de Verona, frei António pregou conta o famoso tirano Ezzelino de Romano, que asfixiava a classe humilde. Convencido e arrependido, o tirano enviou um saco cheio de moedas de ouro ao santo, mas este recusou dizendo: 
"Jorram o sangue dos pobres".
        Essa atitude de frei António e sua vida simples e austera valeram-lhe o amor do povo, veneração que continuou após a sua morte.
De facto, uma das lendas mais antigas conta que, poucos anos após a morte do santo na cidade de Pádua, um menino que brincava com água de um tanque acabou caindo dentro dele e se afogou. Cheia de dor, a mãe foi ao altar do santo e prometeu-lhe que se seu filho ressuscitasse, oferecia aos pobres quantidade de trigo igual ao peso do menino. Quando terminou a suplica, maravilhada, viu que a criança se reanimava e voltava a ficar saudável como antes. Cumpriu a promessa e, quando a notícia do prodígio se espalhou pela cidade, muitas pessoas seguiram seu exemplo, acrescentando oferendas de pão para os pobres às suas orações. A obra do
"Pão dos Pobres" é uma das instituições sociais mais relevantes que existem nos dias de hoje.

 

 



publicado por saozinhasimoes às 19:31
link do post | comentar | favorito

Domingo, 8 de Junho de 2008
DOMINGO X DO TEMPO COMUM

 

EVANGELHO Mt 9, 9-13
«Não vim chamar os justos, mas os pecadores»
Para podermos beneficiar da amizade que Deus, na pessoa de Cristo, veio oferecer aos homens, havemos de tomar uma atitude humilde e reconhecer-nos como pecadores, pois o orgulho dos que se consideram justos não permite o encontro salvador com Ele. Só o reconhecimento das nossas misérias atrai o amor misericordioso de Deus. S. Mateus entendeu-o bem, e, deixando tudo, logo seguiu Jesus.

Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo segundo São Mateus
Naquele tempo, Jesus ia a passar, quando viu um homem chamado Mateus, sentado no posto de cobrança dos impostos, e disse-lhe: «Segue-Me». Ele levantou-se e seguiu Jesus. Um dia em que Jesus estava à mesa em casa de Mateus, muitos publicanos e pecadores vieram sentar-se com Ele e os seus discípulos. Vendo isto, os fariseus diziam aos discípulos: «Por que motivo é que o vosso Mestre come com os publicanos e os pecadores?». Jesus ouviu-os e respondeu: «Não são os que têm saúde que precisam de médico, mas sim os doentes. Ide aprender o que significa: ‘Prefiro a misericórdia ao sacrifício’. Porque Eu não vim chamar os justos, mas os pecadores».
Palavra da salvação.

 

 



publicado por saozinhasimoes às 14:39
link do post | comentar | favorito

Terça-feira, 3 de Junho de 2008
JUNHO! MÊS DO SAGRADO CORAÇÃO DE JESUS

 

Origem da devoção ao Sagrado Coração de Jesus.
Na sexta-feira depois da oitava da festa do Corpo de Deus, a Igreja celebra a festa do Sagrado Coração de Jesus. De acordo com os desejos de Nosso Senhor, manifestados a Santa Margarida Maria Alacoque, deve ser dia de reparação, pela ingratidão, frieza, desprezo e sacrilégios que muitas vezes sofreu na Eucaristia, por parte de maus cristãos, e às vezes até por parte de pessoas que se presumem piedosas. Em todas as igrejas se fazem neste dia, solenes actos colectivos de reparação. Para estimular os cristãos e retribuir com amor tantas e tão grandes provas de amor do divino Coração de Jesus, dedicou à sua veneração, não só a primeira sexta-feira de cada mês, mas também um mês inteiro, o mês de Junho.
No dia 16 de Junho de 1675, durante uma exposição do Santíssimo Sacramento, Nosso Senhor apareceu a Santa Margarida Maria Alcoque e, descobrindo seu Coração, disse-lhe: "Eis o coração que tanto tem amado aos homens e em recompensa não recebe, da maior parte deles, senão ingratidões pelas irreverências e sacrilégios, friezas e desprezos que tem por Mim neste Sacramento de Amor".
 

 

 



publicado por saozinhasimoes às 15:20
link do post | comentar | favorito

Domingo, 1 de Junho de 2008
DEUS AMA TODAS AS CRIANÇAS

 

 

 

 

 



publicado por saozinhasimoes às 18:12
link do post | comentar | favorito

DOMINGO IX DO TEMPO COMUM

 EVANGELHO Mt 7, 21-27
A casa edificada sobre a rocha e a casa edificada sobre a areia
Jesus de novo afirma, na continuação da linguagem da primeira leitura, que o homem de fé, que se diz crente na palavra de Deus, há-de procurar viver dessa mesma fé, e não se contentar com ter na boca o nome do Senhor; é preciso que o tenha no coração, que logo o manifestará em toda a sua vida. Doutro modo, viverá de ilusão, e a oração que porventura venha a fazer não passará de palavras sem grande sentido.
Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo segundo São Mateus
Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: «Nem todo aquele que Me diz ‘Senhor, Senhor’ entrará no reino dos Céus, mas só aquele que faz a vontade de meu Pai que está nos Céus. Muitos Me dirão no dia do Juízo: ‘Senhor, Senhor, não foi em teu nome que profetizámos e em teu nome que expulsámos demónios e em teu nome que fizemos tantos milagres?’ Então lhes direi bem alto: ‘Nunca vos conheci. Apartai-vos de Mim, vós que praticais a iniquidade’. Todo aquele que ouve as minhas palavras e as põe em prática é como o homem prudente que edificou a sua casa sobre a rocha. Caiu a chuva, vieram as torrentes e sopraram os ventos contra aquela casa; mas ela não caiu, porque estava fundada sobre a rocha. Mas todo aquele que ouve as minhas palavras e não as põe em prática é como o homem insensato que edificou a sua casa sobre a areia. Caiu a chuva, vieram as torrentes e sopraram os ventos contra aquela casa; ela desmoronou-se e foi grande a sua ruína».
Palavra da salvação.

 
 

 



publicado por saozinhasimoes às 17:59
link do post | comentar | favorito

MUSICA RELAXANTE
TRADUÇÃO
posts recentes

OS MESTRES DO MESTRE

O QUE DEVO FAZER PARA ALC...

O MAIOR HOMEM DA HISTÓRIA

O PÃO DE CRISTO

SINAIS DE DEUS

SANTA MÃE DE DEUS, MARIA....

FELIZ ANO NOVO

«Eu Hoje Te Gerei»

IMACULADA CONCEIÇÃO DA VI...

«Não sou digno de me incl...

arquivos

Outubro 2012

Julho 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Outubro 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


links
VIDEO-FAZ-TE AO LARGO
contador

Contador Grátis