SÓ DEUS PODE DAR AMOR, MAS TU PODES ENSINAR A AMAR... SÓ DEUS É O CAMINHO, MAS TU PODES INDICÁ-LO AOS OUTROS... SÓ DEUS É A LUZ, MAS TU PODES FAZÊ-LA BRILHAR... SÓ DEUS SE BASTA A SI MESMO, MAS QUER PRECISAR DE TI E CONTAR CONTIGO...

Segunda-feira, 19 de Outubro de 2009
RAZÕES PARA A EUCARISTIA DOMINICAL

 

      Que razões existem para um cristão, mesmo em formação na Catequese, dever participar na Eucaristia de Domingo?
O Domingo é, antes de mais, “um dia especial de festa, dia do Senhor ressuscitado e do dom do Espírito, verdadeira Páscoa semanal”
 
1.UMA NECESSIDADE:
Desde a primeira comunidade que os cristãos se começaram a reunir no “8º dia”, para celebrarem o Senhor ressuscitado. Certamente faziam-no pela alegria de experimentarem a presença do Senhor na comunidade dos irmãos.
Porém, não o fariam regularmente se não fosse uma verdadeira necessidade de fé. De tal modo que alguns mártires diziam diante do tribunal: “nós não podemos passar sem o Domingo”.
O contrário também é verdade: nunca houve ninguém com uma fé verdadeiramente cristã que tivesse dispensado a participação na Eucaristia de Domingo como celebração da Páscoa semanal.
É ali, na celebração comunitária, que o cristão resolve os seus dilemas existenciais. É ali que recebe a divina energia para amar os seus irmãos e enfrentar os “vendavais” da caminhada.
 
2. UM PRECEITO:
Assim como os outros mandamentos continuam válidos, ainda que os possamos expressar de modo mais actual, também o terceiro mandamento: “Guardar Domingos e festas” continua válido.
O preceito continua actual, sobretudo como forma pedagógica de nos fazer ver a necessidade da Eucaristia Dominical.
O facto de termos um preceito (“obrigação de participar todos os domingos”) indica a importância do que está em causa. Se eu tenho obrigação moral de participar, isso funciona como uma “mola” que me impele à participação.
Porém, na fé, como no amor e amizade, tudo parte da experiência de nos sentirmos queridos por Alguém. Participar na Celebração Dominical é reconhecer que há um Coração infinito a bater por mim e o mínimo que posso fazer é mostrar gratidão e cantar a alegria inefável desse amor. E nunca conseguimos fazer festa sozinhos... Trata-se, pois, de um preceito que brota do amor...
 
3. UM RECONHECIMENTO:
Assim como um jogador não pode chamar-se tal se deixar de jogar e um adepto de um clube perde a sua identidade se deixar de ir ao estádio... Também o cristão não pode ser reconhecido como tal se deixar de participar no Domingo, pois aí está um dos “aspectos específicos” que o identificam.
Naturalmente que o cristão é chamado a viver uma fé completa: acreditada, celebrada, rezada e vivida. Se vivesse só uma fé celebrada, sem professar uma fé comunitária, sem a oração e sem a caridade, isso não bastaria. Porém, a experiência diz-nos que, sem a Eucaristia, o meu acreditar esmorece, o meu rezar desaparece e o meu viver empalidece...
Sem a Eucaristia dominial, eu não me reconheço como cristão e não sou reconhecido como tal pelos outros. Assim, um cristão não praticante é um praticante de não cristianismo...
Também aqui se aplica a frase do famoso escritor: “ser ou não ser, eis a questão". Na vida como na fé, não se pode querer ser e não ser ao mesmo tempo, há que decidir...
 
4. UM COMPROMISSO:
Naturalmente que eu posso ser sempre boa pessoa. Há muita gente sem fé ou com outros credos que consegue ter um espírito de solidariedade para com os outros. Porém, quando me cansar de ser bom, o que é que me leva ainda a amar os outros? Nada. Corro o risco de me fechar no “tsunami” de egoísmo cultural que a todos quer arrastar...
Na verdade, Jesus não inventou o amor, mesmo amor de solidariedade para com os necessitados. O que Ele fez foi centrá-lo na vida de fé, temperá-lo com o seu próprio testemunho e dimensioná-lo como ponte para o infinito... De tal modo que o limite do amor consiste em “dar a vida”!
Nada há de mais provocador, em relação à vida instalada e apressada, do que o Evangelho que recebemos como palavra sempre nova, na celebração dominical.
A Eucaristia leva-nos a ser construtores de uma nova humanidade, da “civilização do amor”, a interferir positivamente nos nossos ambientes.
 
5. UM ACTO CATEQUÉTICO:
A catequese não é uma acção teórica, à maneira de uma disciplina escolar baseada em novos conhecimentos.
Na catequese, dá-se um verdadeiro “aprender a ser”, um aprender a fé em todas as dimensões.
Por isso, simplesmente, não há catequese sem Eucaristia. Nesse caso, estaríamos perante um ATL religioso, uma espécie de Educação Moral, em ordem a certos valores e como condição para as “comunhões”. Naturalmente que pode ter de haver uma certa aprendizagem, sobretudo até à Primeira Comunhão! Mas depois não faz sentido separar catequese e Eucaristia dominical, participando apenas numa delas.
Quantas vezes, tranquilizamos a consciência, numa espécie de “engano colectivo”, mesmo se sabemos que estamos a viver uma contradição!
Ora, será que faz sentida toda esta situação apenas para não termos o incómodo eclesial de pedir que haja uma decisão? Uma decisão dos catequizandos e catecúmenos ou uma decisão dos pais, conforme as idades, mas sempre uma decisão? Não era uma decisão que a comunidade tomava nos primeiros séculos, no sentido de dizer se certa pessoa já poderia passar à etapa seguinte no caminho de formação cristã (catecumenato)?
Se quero ser cristão, e a catequese é para me ajudar a ser, não posso rejeitar o centro, o coração da fé que é o próprio Jesus ressuscitado presente na Eucaristia!

 

 



publicado por saozinhasimoes às 22:44
link do post | comentar | favorito

Quarta-feira, 30 de Setembro de 2009
Finalmente, a verdade é dita na TV Americana

A filha de Billy Graham estava sendo entrevistada no Early Show e a apresentadora Jane Clayson perguntou-lhe:
- Como é que DEUS teria permitido algo horroroso assim acontecer no dia 11 de Setembro?

Anne Graham deu uma resposta extremamente profunda e sábia. Ela disse:

- Eu creio que DEUS ficou profundamente triste com o que aconteceu, tanto quanto nós. Por muitos anos nós temos dito para DEUS não interferir nas nossas escolhas, sair do nosso governo e sair das nossas vidas. Sendo um cavalheiro como DEUS é, eu creio que Ele calmamente nos deixou.

Como poderemos esperar que DEUS nos dê a Sua bênção e Sua protecção se nós exigimos que Ele não se envolva mais connosco? À vista dos acontecimentos recentes, ataque dos terroristas, tiroteio nas escolas, etc. Eu creio que tudo começou desde que Madeline Murray O' Hare (que foi assassinada e seu corpo
encontrado recentemente), se queixou de que era impróprio se fazer oração nas escolas americanas como se fazia tradicionalmente, e nós concordamos com a sua opinião. Depois disso, alguém disse que seria melhor também não ler mais a Bíblia nas escolas... A Bíblia que nos ensina que não devemos matar, não devemos roubar, e devemos amar o nosso próximo como a nós próprios. E nós concordamos. Logo depois, o Dr. Benjamin Spock disse que não deveríamos bater nos nossos filhos quando eles se comportassem mal, porque suas
personalidades em formação ficariam distorcidas e poderíamos prejudicar a sua auto-estima (O filho do Dr. Spock cometeu suicídio).

E nós dissemos: "um perito nesse assunto deve saber o que está falando", e então concordamos com ele. Depois alguém disse que os professores e os
directores das escolas não deveriam disciplinar os nossos filhos quando eles se comportassem mal.

Os administradores escolares então decidiram que nenhum professor em suas escolas deveria tocar num aluno quando se comportasse mal, porque não queriam publicidade negativa, e não queriam ser processados. (Há uma grande diferença entre disciplinar e tocar, bater, dar socos, humilhar e chutar, etc.). E nós concordamos com tudo.

Aí alguém sugeriu que deveríamos deixar que nossas filhas fizessem aborto, se elas assim o quisessem, e que nem precisariam contar aos pais. E nós aceitamos essa sugestão sem ao menos questioná-la.

Em seguida algum membro da mesa administrativa escolar muito sabido disse que, como rapazes serão sempre rapazes, e que como homens iriam acabar fazendo o inevitável, que então deveríamos dar aos nossos filhos tantas camisinhas quantas eles quisessem, para que eles pudessem se divertir à vontade, e que nem precisaríamos dizer aos seus pais que eles as tivessem
obtido na escola. E nós dissemos, "está bem".

Depois alguns dos nossos oficiais eleitos mais importantes disseram que não teria importância alguma o que nós fizéssemos em nossa privacidade, desde que
estivéssemos cumprindo com os nossos deveres. Concordando com eles, dissemos que para nós não faria qualquer diferença o que uma pessoa fizesse em
particular, desde que o nosso emprego fosse mantido e a nossa economia ficasse equilibrada.

Então alguém sugeriu que imprimíssemos revistas com fotografias de mulheres nuas, e disséssemos que isto é uma coisa sadia, e uma apreciação natural da
beleza do corpo feminino. E nós também concordamos. Depois uma outra pessoa levou isto a um passo mais adiante e publicou fotos de crianças nuas e foi mais além ainda, colocando-as à disposição na Internet. E nós dissemos, "está bem, isto é democracia, e eles têm direito de ter a liberdade de se expressar e fazer isso".

A indústria de entretenimento então disse: "Vamos fazer shows de TV e filmes que promovam profanação, violência e sexo ilícito. Vamos gravar música que estimule o estupro, drogas, assassínio, suicídio e temas satânicos." E nós dissemos: "Isto é apenas diversão, e não produz qualquer efeito prejudicial. Ninguém leva isso a sério mesmo, então que façam isso!"

Agora nós estamos nos perguntando por que nossos filhos não têm consciência, e por que não sabem distinguir entre o bem e o mal, o certo e o errado, por
que não lhes incomoda matar pessoas estranhas ou seus próprios colegas de classe ou a si próprios...

Provavelmente, se nós analisarmos tudo isto seriamente, iremos facilmente compreender que nós colhemos exactamente aquilo que semeamos!

Se uma menina escrevesse um bilhetinho para DEUS, dizendo: "Senhor, por que não salvaste aquela criança na escola?"
A resposta Dele seria:
"Querida criança, não me deixam entrar nas escolas!
Do Seu DEUS."

É triste como as pessoas simplesmente culpam DEUS e não entendem por que o mundo está indo a passos largos para o inferno. É triste como acreditamos em tudo que os jornais e a TV dizem, mas duvidamos do que a Bíblia nos diz.

É triste como toda a gente quer ir para o céu, desde que não precise crer, nem pensar ou dizer qualquer coisa que a Bíblia ensina.

É triste como alguém diz: "Eu creio em DEUS", mas ainda assim segue a Satanás, que por sinal, também "crê" em DEUS. É engraçado como somos rápidos para julgar mas não queremos ser julgados!

É triste ver como o material imoral, obsceno e vulgar corre livremente na Internet, mas uma discussão pública a respeito de DEUS é suprimida rapidamente na
escola e no trabalho.

É triste ver como as pessoas ficam inflamadas a respeito de Cristo no domingo, mas depois se transformam em cristãos invisíveis pelo resto da semana.

É incrível que nós nos preocupamos mais com o que as outras pessoas pensam a nosso respeito do que com o que DEUS pensa...

 

 

 

 



publicado por saozinhasimoes às 22:25
link do post | comentar | favorito

Quarta-feira, 26 de Agosto de 2009
A TUA LINGUAGEM

A verdadeira linguagem
é a linguagem do coração.
É a linguagem onde a gentileza abre caminhos, aonde a alegria conduz, onde a luz protege,
onde o amor abençoa.
A tua verdadeira linguagem é aquela que, quando proferida, o mundo silencia e ouve atento, pois não és tu quem fala,
e sim o amor através de ti.
A tua verdadeira linguagem é serena,
porque o amor é sereno.
A tua verdadeira linguagem é precisa,
porque assim é o teu espírito.
A tua verdadeira linguagem é amorosa,
porque do amor foste criado.
Quando falas com o coração, muito podes dar, muito podes ensinar.
A palavra amorosa traz consigo
a cura para todos os males,
o perdão para toda culpa, o amor para todo ódio e a luz para toda escuridão.
Sê honesto com teus sentimentos
e cuida das tuas palavras.
Não te esqueças de que enquanto falas,
o outro ouve...
Não causes ferimentos ao coração daquele que tanto necessita crescer.
Quando falas com o coração o amor entra agradecido em teu ser, grato por ser um contigo, grato por, através de ti,
poder estender-se a tantos outros que,
como tu, necessitam de luz e compaixão.

 



publicado por saozinhasimoes às 17:32
link do post | comentar | favorito

Quinta-feira, 24 de Agosto de 2006
BEM-AVENTURADO O CATEQUISTA

BEM-AVENTURADO O CATEQUISTA:

Que vive enamorado de Cristo e confia Nele , certo de que não será desiludido.

Que a cada manhã diz "Pai-Nosso", levando em seu coração pessoas de todas as idades: crianças, jovens, adultos e idosos.

Que mantém o seu ideal e utopia pelo Reino e não perde tempo em coisas secundárias.

Que reconhece a aceita as suas limitações e fraquezas, porque Deus se alegra nos humildes.

Que não se orgulha dos seus êxitos e reconhece que é o Espírito que faz tudo em todos.

Que não pode viver sem a oração, e sem saborear as riquezas da Palavra de Deus, porque isso dá sentido à sua vida.

Que sempre tem tempo para contemplar a Deus, aos homens e ao mundo.

Que, vendo as suas forças gastas, não perde o dinamismo da sua juventude, sabe aceitar cada etapa da sua vida, porque Deus aceita a sua oferenda e o planifica.

Que tem Maria por Mãe e modelo de mulher evangelizadora, porque é Ela que faz com que o catequista seja o primeiro evangelizado e anuncie com ardor a Boa-Nova do seu amado Filho Jesus.

 



publicado por saozinhasimoes às 18:46
link do post | comentar | favorito

MUSICA RELAXANTE
TRADUÇÃO
posts recentes

RAZÕES PARA A EUCARISTIA ...

Finalmente, a verdade é d...

A TUA LINGUAGEM

BEM-AVENTURADO O CATEQUIS...

arquivos

Outubro 2012

Julho 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

GEOCLOCK

contador gratis
Outubro 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


links
VIDEO-FAZ-TE AO LARGO
contador

Contador Grátis